PRODUTOS E ESTRATÉGIA DE GESTÃO

FUNDOS DE RESTRUTURAÇÃO

Para a potenciação imobiliária dos ativos incluídos nos fundos, a estratégia de gestão da SQUARE A.M. passa por:

Identificar o potencial máximo de aproveitamento urbanístico ou imobiliário
Equacionar o investimento necessário para a potenciação
Avaliar a rendibilidade global do investimento face à conjuntura (valor inicial + custos de promoção)
Investir para a concretização do valor máximo
Colocar no mercado (Recuperação do Valor Inicial + Investimento + Margem)

FUNDO DE RESTRUTURAÇÃO CA IMOBILIÁRIO

FUNDO ESPECIAL DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO ABERTO

O Fundo CA Imobiliário iniciou a sua atividade em 2005, como Fundo de Investimento Fechado. Em 2006, transformou-se em Fundo Especial de Investimento Aberto. Em 2013, ocorreu a cisão do fundo, dando origem ao Fundo Carteira Imobiliária, para o qual transitaram ativos no valor de 199,8 milhões de Euros.

Ficha Técnica
Até 30 de junho de 2015, os valores das unidades de participação utilizadas no cálculo já se encontram deduzidos do imposto devido, enquanto, após 1 de julho de 2015, esses valores são brutos do imposto sobre o rendimento que é devido pelos Participantes no momento do resgate. Assim, os resultados apresentados não têm em consideração o imposto que seja eventualmente devido pelos Participantes relativamente aos rendimentos auferidos no período após 1 de julho de 2015.
 
As rendibilidades divulgadas representam dados passados, não constituindo garantia de rendibilidade futura. O valor das unidades de participação pode aumentar ou diminuir. O nível de risco é classificado de acordo com a classe de risco que varia entre 1 (baixo risco) e 7 (elevado risco). O investimento no Fundo pode implicar a perda do capital investido, pois não há capital garantido.
 
Os Prospetos/Informações Fundamentais destinadas aos Investidores e Regulamentos de Gestão encontram-se disponíveis nos locais e meios de comercialização e no site www.cmvm.pt.
TIPO DE FUNDO
Fundo Especial de Investimento Imobiliário Aberto, com duração por tempo indeterminado.
01.09.2005
Início de atividade
5.000 U.P.
Montante mínimo de subscrição classe A
100 U.P.
Montante mínimo de subscrição Classe B
4,51 €
Em 2019-04-30
Valor das Unidades de Participação
(à data da constituição do fundo: 10 €)
COMISSÕES:
  • • De subscrição: 0%
  • • De gestão: Fixa: 2% ao ano Variável: equivalente a 10% da diferença entre a performance do fundo e a Taxa Euribor a 12 meses adicionada de 2% entre cada valorização.
  • • De depositário: 0,25% ao ano
  • • De resgate:
Classe A e A1: 6% sobre o montante resgatado;
Classe B e B1: a) 3% para unidades de participação detidas há menos de 3 anos; b) 1,5% para unidades de participação detidas há mais de 3 anos e menos de 4 anos; c) 0% para unidades de participação detidas há 4 ou mais anos.
• Outros encargos: honorários; custos judiciais; taxas de saneamento; custos notariais, registais e promocionais; seguros; impostos; comissões bancárias; condomínio, etc.
Política de Investimento
Rigor
Valorização
Soluções
inovadoras
Maximização do valor
das unidades de participação
154 milhões de Euros
em ativos sob gestão (31.12.2018)
13 Anos de atividade
O Fundo orienta a sua política de investimento por princípios de rigor, rendibilidade e diversificação de risco, visando a maximização do valor das Unidades de Participação, através de uma criteriosa seleção dos valores, predominantemente imobiliários, que permitam gerar rendimento para o Fundo através das rendas dos imóveis, do desenvolvimento de projetos de construção e de reabilitação de imóveis, e pela valorização dos mesmos ao longo do tempo.

Portefólio do Fundo: CA Imobiliário

A carteira do Fundo totaliza a 30 de Setembro de 2018, cerca de 156 milhões de euros de imóveis, em que o peso do segmento habitacional representa 33% do nº de unidades, e 33% do valor total, e o segmento onde se inserem os terrenos, urbanizados e não urbanizados (incluindo herdades) representa 49% em nº de unidades, e 51% do valor da carteira do Fundo.

Segmento Por Uso

Unidades


  • Habitação

  • Comércio

  • Industrial

  • Terrenos

Volume M€


  • Habitação

  • Comércio

  • Industrial

  • Terrenos

FUNDO DE RESTRUTURAÇÃO CARTEIRA IMOBILIÁRIA

FUNDO ESPECIAL DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO ABERTO

O Fundo Carteira Imobiliária foi constituído em 30 de dezembro de 2013, resultado da cisão operada no Fundo CA Imobiliário, para o qual transitaram ativos no valor de 199,8 milhões de Euros.

Ficha Técnica
Até 30 de junho de 2015, os valores das unidades de participação utilizadas no cálculo já se encontram deduzidos do imposto devido, enquanto, após 1 de julho de 2015, esses valores são brutos do imposto sobre o rendimento que é devido pelos Participantes no momento do resgate. Assim, os resultados apresentados não têm em consideração o imposto que seja eventualmente devido pelos Participantes relativamente aos rendimentos auferidos no período após 1 de julho de 2015.
 
As rendibilidades divulgadas representam dados passados, não constituindo garantia de rendibilidade futura. O valor das unidades de participação pode aumentar ou diminuir. O nível de risco é classificado de acordo com a classe de risco que varia entre 1 (baixo risco) e 7 (elevado risco). O investimento no Fundo pode implicar a perda do capital investido, pois não há capital garantido.
 
Os Prospetos/Informações Fundamentais destinadas aos Investidores e Regulamentos de Gestão encontram-se disponíveis nos locais e meios de comercialização e no site www.cmvm.pt.
TIPO DE FUNDO
Fundo Especial de Investimento Imobiliário Aberto, com duração por tempo indeterminado.
30.12.2013
Início de atividade
5.000 U.P.
Montante mínimo de subscrição classe A
100 U.P.
Montante mínimo de subscrição Classe B
7,37 €
Em 2019-04-30
Valor das Unidades de Participação
(à data da constituição do fundo: 10 €)
COMISSÕES:
  • • De subscrição: 0%
  • • De gestão: Fixa: 2% ao ano Variável: Equivalente a 10% da diferença entre a performance do Fundo e a Taxa Euribor a 12 (doze) meses adicionada de 2% entre cada valorização.
  • • De depósito: 0,10% ao ano
  • • De resgate:
    • Unidades de Participação da classe A e A1 - 6% sobre o montante resgatado;
Outros encargos: honorários; custos judiciais; taxas de saneamento; custos notariais, registais e promocionais; seguros; impostos; comissões bancárias; condomínio, etc.
Política de Investimento
Rigor
Valorização
Soluções
inovadoras
Maximização do valor
das unidades de participação
154 milhões EUR
em ativos sob gestão (31.12.2018)
O Fundo orienta a sua política de investimento por princípios de rigor, rendibilidade e diversificação de risco, visando a maximização do valor das Unidades de Participação, através de uma criteriosa seleção dos valores, predominantemente imobiliários, que permitam gerar rendimento para o Fundo através das rendas dos imóveis, do desenvolvimento de projetos de construção e de reabilitação de imóveis, e pela valorização dos mesmos ao longo do tempo.

Portefólio do Fundo: Carteira Imobiliária

A carteira do Fundo totaliza a 31 de dezembro de 2018, cerca de 113 milhões de Euros de imóveis, em que o peso do segmento habitacional representa 56% do nº de unidades, e 46% do valor total, e o segmento onde se inserem os terrenos, urbanizados e não urbanizados (incluindo herdades) representa 11% em nº de unidades, e 19% do valor da carteira do Fundo.

Segmento Por Uso

Unidades


  • Habitação

  • Comércio

  • Terrenos

  • Industrial

Volume M€


  • Habitação

  • Comércio

  • Terrenos

  • Industrial

FUNDO DE RESTRUTURAÇÃO CA ARRENDAMENTO HABITACIONAL

Quando iniciou a sua atividade, o fundo detinha um capital de 50 milhões de Euros. Em 2011, ocorreu um aumento de capital de 50 milhões de Euros e em 2013 um outro aumento de 18 milhões de Euros.
Durante o ano de 2016, o Fundo realizou a sua primeira redução de capital, no montante aproximado de 20 milhões de Euros, tendo finalizado o ano com um capital de 80,9 milhões de Euros. 
Durante o ano de 2017, o Fundo realizou a sua segunda redução de capital, num montante aproximado de 12 milhões de Euros.
A 31 de dezembro de 2018, o capital do Fundo ascendia a 62,95 milhões de Euros.

Ficha Técnica
Fundo de subscrição particular, destinado unicamente a investidores qualificados. Foi constituído com um capital inicial de 50 milhões de euros, correspondentes a 500.000 unidades de participação com o valor unitário de 100 euros. Tem como banco depositário e comercializador a Caixa de Crédito Agrícola Mútuo. O fundo distribui anualmente 85% dos rendimentos líquidos.
Até 30 de junho de 2015, os valores das unidades de participação utilizadas no cálculo já se encontram deduzidos do imposto devido, enquanto, após 1 de julho de 2015, esses valores são brutos do imposto sobre o rendimento que é devido pelos Participantes no momento do resgate. Assim, os resultados apresentados não têm em consideração o imposto que seja eventualmente devido pelos Participantes relativamente aos rendimentos auferidos no período após 1 de julho de 2015.
 
As rendibilidades divulgadas representam dados passados, não constituindo garantia de rendibilidade futura. O valor das unidades de participação pode aumentar ou diminuir. O nível de risco é classificado de acordo com a classe de risco que varia entre 1 (baixo risco) e 7 (elevado risco). O investimento no Fundo pode implicar a perda do capital investido, pois não há capital garantido.
 
Os Prospetos/Informações Fundamentais destinadas aos Investidores e Regulamentos de Gestão encontram-se disponíveis nos locais e meios de comercialização e no site www.cmvm.pt.
TIPO DE FUNDO
FII fechado para Arrendamento Habitacional com duração limitada de dez anos
23.10.2009
Início de atividade
23.07.2019
Fim de atividade
50.000 EUR
Montante mínimo de subscrição
85,57 €
Em 2019-04-30
Valor das Unidades de Participação
(à data da constituição do fundo: 100 €)
COMISSÕES:
  • • De subscrição: 0%
  • • De gestão: Fixa: 1% ao ano
  • • De depositário: 0,25% ao ano
  • • De reembolso: 0%
  • • Outros encargos: honorários; custos judiciais; taxas de saneamento; custos notariais, registais e promocionais; seguros; impostos; comissões bancárias; taxa de supervisão do fundo; condomínio, etc.
Política de Investimento
Rigor
Valorização
Soluções
inovadoras
Maximização do valor
das unidades de participação

Resultados: CA Arrendamento Habitacional

Atendendo à natureza dos ativos do fundo, considera-se que a sua performance se enquadra nos valores habituais para os fundos com este tipo de ativos.

Arrendamentos



Na altura da sua inclusão no fundo, 98% dos imóveis estavam devolutos. Uma política orientada para o arrendamento permitiu-nos alcançar nos últimos anos, uma média de mais de um arrendamento por dia. Em 31 de dezembro de 2018, 81% dos imóveis encontravam-se arrendados.
Dezembro 2018 – RETORNO TOTAL DOS FIIAH
FUNDO 1-ANO 2-ANOS 3-ANOS 5-ANOS VALOR BRUTO DOS ACTIVOS (M€)
CA Arrendamento Habitacional 0,65 1,19 -1,15 -2,12 62,95
NB Arrendamento -13,6 5,19 1,17 -3,52 6,78
Montepio Arrendamento 1,56 1,31 -1,12 -1,8 81,95
Banif Renda Habitação -1 -3,46 -11,14 -10,69 33,42
RESULTADOS GERAIS DA GESTÃO DO FUNDO CA ARRENDAMENTO HABITACIONAL
  • Volume
  • Imóveis Arrendados
  • Imóveis Devolutos
Carteira do Fundo:
O património do fundo é constituído por imóveis localizados em Portugal, destinados a arrendamento para habitação permanente.
Os ativos imobiliários detidos correspondem a prédios urbanos ou frações autónomas passíveis de arrendamento, construção, promoção ou qualquer outra forma de exploração onerosa que gere rendimento para o fundo, destinados a comércio, habitação, serviços, indústria e logística.

Rendibilidades passadas não constituem garantia de rendibilidades futuras, dado que o valor das unidades de participação pode aumentar ou diminuir de acordo com a avaliação dos activos que integram o Fundo

Declaro que li e compreendi as informações prestadas